terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

RETORNO






É MUITO BOM IR
É MELHOR VOLTAR!!!




Nada melhor que arejar a cabeça, parece que as informações chegam de uma maneira diferente... são mais absorvidas, parece que os olhos enxergam detalhes outrora desapercebidos. Nesses dias de viagem conheci pessoas maravilhosas, profissionais e artesãos da joalheria que na sua simplicidade, são mestres no que fazem... Em Punta del Este, onde estive mais uma vez, há uma praça chamada "praça dos hippies". Por lá aparece todo tipo de artista, desde retratistas, caricaturistas, músicos, bailarinos, dançarinas de tango, capoeira, danças indígenas, palhaços e artesãos. Toda essa riqueza fica aberta ao público, enquanto passeamos vamos enchendo os olhos de vida!!! É tudo tão simples e tão rico, que vemos que a beleza está nas pequenas coisas, que não precisamos complicar a vida, que com tão pouco se faz tanto!!! Conheci um artesão que comprou talheres de prata no leilão de uma fazenda que quebrou no Uruguai. Do cabo dos talheres ele fez anéis com desenhos maravilhosos, pulseiras, broches e brincos. Outro artesão trabalha com moedas antigas "caladas", recorta os desenhos e vaza as moedas com precisão, transformando-as em lindos pingentes. A Isadora trabalha com minúsculas flores que são secas dentro de livros e acomodadas dentro de botões que viram pingentes, uma delicadeza total!!! As madrepérolas recortadas enchem os olhos, em formatos que vão de flores à pássaros. O trabalho em bronze também é rico, pulseiras e algemas típicas da região enfeitam os pulsos na praça. Tudo é aproveitado, O Jorge trabalha com primor usando chifre de gado, que transforma em jóias lindas e artefatos para casa. A Mercedes inventou uma jóia vazada onde ela derrama resina de dentista, e nessa resina cola os pedaços de pedras coloridas, transformando em lindas "caravanas" = brincos. Não tenho certeza se eles tem consciência da riqueza que carregam dentro dessa originalidade toda. Enfim, a praça dos hippies alegra a alma, nos faz olhar para dentro e querer buscar fazer uma joalheria honesta, criativa e simples, pois é nessa simplicidade que está a beleza !!! Tenham um bom ano, e procurem buscar o que há de melhor dentro de cada um, pois todos temos tesouros interiores ainda não descobertos!!!!!!!!!




estudante de biologia em Montevidéu







2 comentários:

André Tadiello disse...

Ah...Fico te imaginando pilotando o "possante" pelas fazendas da vida!! Ou, então, numa viagem sem rumo...Simplesmente indo... E seria levada, certamente, ao lugar mais feliz que existe!!

VALÉRIA SÁ disse...

Também te adoro, André querido!